O câncer de pele é dividido em melanoma e não melanoma. O melanoma pode surgir em qualquer parte do corpo como uma mancha, pinta ou sinal. Esse tipo é o mais grave, pois tem mais chances de metástase (quando a doença se espalha para outros órgãos do corpo). Já o não melanoma é o câncer de maior incidência no Brasil, representando cerca de 30% dos casos. Seu surgimento está ligado a exposição solar e acomete, principalmente, pessoas acima dos 40 anos. Se descoberto precocemente, tem altas chances de cura e baixa mortalidade.
Seja na forma mais grave ou mais branda, o câncer de pele tem maiores chances de sucesso no tratamento caso sejam diagnosticados em fases iniciais. Portanto, o acompanhamento com um dermatologista deve ser frequente para a detecção precoce da doença.
Hospital Novaclínica, quem cuida, cuida perto ou longe.
#dezembrolaranja #câncerdepele